14 setembro, 2011

Comer Rezando em Tiradentes - MG

Tiradentes faz parte do circuito das cidades históricas mineiras e está a 190 Km de Belo Horizonte. A cidade tem pouco mais de 6 mil habitantes e talvez por conta disso, mantenha um charme todo especial de cidade pequena. As casas são todas preservadas, assim como o calçamento de pedra e os monumentos, entre eles igrejas belíssimas.
Mas Tiradentes também é polo da gastronomia, tanto que a cidade realiza anualmente um Festival de Gastronomia com chefs renomados. Há restarantes por todos os lados, para todos os bolsos e gostos. Eu segui algumas dicas e descobri outras... E agora vim contar tudinho para vocês!
Como eu disse a cidade é pequena, mas eu sempre gosto de ficar hospedada em local estratégico, que em cidade de interior é a praça. Em Tiradentes é o Largo das Forras e eu fiquei hospedada na Pousada do Largo, muito confortável e aconchegante. O serviço foi um pouco atrapalhado em algumas questões, mas o saldo foi positivo. Realmente a localização é perfeita, no centro de tudo. A cidade é cheia de lojas de artesanato, artigos de cama, mesa e banho, móveis antigos, decoração e peças em estanho (coisas muito lindas).
Eu fui logo querendo provar a culinária local e como cheguei morrendo de fome fui a um restaurante com serviço de buffet porque eu não aguentava esperar...rs Conheci o Panela de Minas, com buffet a peso a R$36,90/Kg. A comida caseira dispostas em cima de um fogão a lenha me conquistaram - Uma delícia! O atendimento foi muito atencioso e me chamou atenção que todas as atendentes eram mulheres. As sobremesas custam R$ 24,00/Kg e incluem doce de leite, goiabada cascão e queijo Minas. Como se diz por lá "Bom demais da conta!".
Ponto alto para o café adoçado com pedaços de rapadura!

Fachada
Fogão a lenha
 
Buffet
 
Sobremesa

Rapadura
À noite faz bastante frio, mas os bares possuem aquecedores à lenha que trazem um charme a mais! Uma dica imperdível é o espetáculo de luz e som na Igreja da Matriz (Santo Antônio) que conta a história da igreja e explica sobre cada um dos altares e elementos da bela igreja, coberta de ouro (inchalá!). Às sextas e sábados ainda há um concerto de órgão.
Visitei à noite o Emporio das Massas (Rua Frederico Ozanan, 327), um local muito acolhedor, comandado por um casal muito atencioso que nos serviu um belo Fetuccine Carbonara (R$ 35,00 a porção para dois). Uma delícia de comida, molho saboroso, porção farta, de COMER REZANDO!
O vinho (200 mL) sai por R$ 12,00 numa garrafinha fofa.
Ainda fomos de Torta Alemã (R$ 6,00) de sobremesa e tivemos o prazer de ouvir Curió e sua turma tocando música de seresta. Eles são um trio de senhores que percorrem os restaurantes à noite tocando violão, cavaquinho e pandeiro. Uma coisa linda!
Fachada do restaurante
Carboanara - Amo!
Torta Alemã
Vinho
Para quem gosta de móveis e artesanato o lugar é Bichinho, saindo de Tiradentes a estrada é cheia de lojas com artigos muito bonitos. Mas eu não fui lá para comprar e sim para comer, por isso indico o Tempero da Ângela para quem não quiser gastar muito. O sistema é buffet livre, pagando R$ 16,00 por pessoa. Só não vale desperdiçar! A Ângela e suas filhas ficam fazendo a  comida na hora em cima de um fogão à lenha. O lugar fica um pouco esfumaçado e quente, mas a comida é da hora. Comi um purê de mandioquinha orgânica que mudou a minha vida, mas a comida em geral não é nada demais não...
A sobremesa também está incluída naquele esquema goiabada, doce de leite e queijo. Além de uma café servido em canequinha de esmalte (adoro!).
O ambiente é simples, mas a frequência é ótima e o atendimento foi muuuito bom.
Fogão à lenha com as penaelas para se sevir.
Cartaz na entrada.
Sobremesa - Quem resiste?
Cafezim.
Na saída da Ângela vale ainda parar na casa quase em frente e procurar D. Maria no Doces de Bichinho, onde eu comi uma maravilha calórica que atende pelo nome de "canudinho de doce de leite", custa somente R$ 1,00 cada e ela enche na hora - Fala sério!!!
Canudinho de doce de leite
Para quem está a procura de uma experiência gastronômica mais sofisticada as indicações são o estrelados pelo Guia Quatro Rodas Teatro da Vila (não visitei) e o Tragaluz.
Tive que fazer reserva com antecedência no Tragaluz e escolhi um dia especialmente romântico para visitá-lo. O ambiente é lindo, bem decorado, à luz de velas e com um atendimento primoroso. Fiquei encantada com o atendimento do Lucas (que conhecia todo o cardápio e sugeriu os pratos), assim como com cada detalhe pensado para tornar o restaurante esncantador.
O cardápio é todo escrito em estilo de cordel, com  desenhos de galinhas dangolas e descrição dos pratos. Provei a Salada Verde (R$ 26,00) com folhas variadas acompanhadas de abobrinha marinada, queijo brie quente e tomate seco, além de uma cesta de pães deliciosos - Muuuuito boa!
De prato quente fui de Picadinho de Filé Mignon (R$ 50,00) com molho de vinho tinto com purê de batata, ovo, banana com melaço e enroladinho de couve - Saborosíssimo!
E de sobremesa não poderia deixar de provar a famosa Goiabada Cascão (R$ 16,00) prensada na farofa de castanha de caju deitada numa cama de catupiry, servido com especial sorvete de goiaba - De COMER REZANDO!
Para arrebatar o café é da Lavazza (que amo de paixão) e um mimo muito delicado que o restaurante oferece: um brochinho com um Espírito Santo pendurado (Lindo!). Noite perfeita, jantar mais perfeito ainda.
Fachada do Tragaluz

 Ambiente interno
Salada Verde
Pão
Picadinho de Filé Mignon
Goiabada Cascão
Café Lavazza
Presentinho do Tragaluz
 Pra quem gosta de doces indico a Doceria Flor de Lotus, com as paredes cobertas de compotas, ambrosias e doces de leite - Uma perdição! Comprei um doce de leite com morango (uma coisa!) e balinha de coco que eu amo de paixão e derrete na boca (pena que aqui na Bahia não tenha... Snif!).
Olha para isso!!!
Compoteiras com bala de coco
Fiquei devendo uma visita ao Restaurante Ora Po-nóbis (Rua do Chafariz) que eu fui conhecer e fiquei encantada com o atendimento e com o lugar, mas não pude ir à degustação de risoto porque me senti mal à noite... Uma pena!
Na volta para BH ainda paramos em Lagoa Dourada, uma cidade famosa pelos rocamboles. Gente, é uma loucura, tem rocambole de todo tipo em todo lugar!... rs
Comprei um rocambole de goiabada na Panificadora Santo Afonso. O pequeno sai por R$ 8,00 e o grande por R$15,00. É realmente muito gostoso, sem aquele gosto de ovo, sabe? E vem todo embaladinho no maior capricho. Adorei!
Rocamboles
Prontinho para mim!
Bem, espero que vocês tenham gostado de viajar mais uma vez comigo. Essa viagem foi literalmente uma delícia! Algumas fotos estão escuras porque os restaurantes à noite são todos à luz de velas.
Tiradente é sem dúvida um destino muito romântico!

15 comentários:

Julia Penedo disse...

adorei as dicas!!
fiquei com água na boca com esse rocambole!!
bjss

www.blogdajupenedo.com

Nina Morais disse...

Ai, estou sofrendo até agora... Que vontade.
Amo Minas e suas cidadezinhas históricas. Nem vou falar da comida, depois de tudo o que você mostrou. Amo!
bjs

Simples Assim disse...

Conheci hoje seu blog e me encantei com essa postagem.É como se estivesse em Tiradentes também.
Muito boa!
Bj,
Lylia

Gourmet e Gourmand disse...

Hoje no blog da Laranjinha já viajei para Florença e agora aqui estou indo para as Minas Gerais. Que maravilha de post! Parabéns :)
Um beijão, Queila

Pati Beatriz disse...

Meu pai sempre falou que deveria ter aqui em Floripa um restaurante tradicional mineiro, como essas fotos. Fiquei morrendo de vontade de comer a sobremesa com o café do Tempêro da Angela (o que é essa caneca?!). E o canudinho de doce também me deixou com água na boca!

Beijinhos

Adriana M disse...

Oi Juliana,
pelo visto o passeio à Tiradentes foi maravilhoso!Adorei as dicas!!! Tantos detalhes que parece que conheço o lugar!!!! Parabéns!!!
Bjs
http://batalhagourmet.blogspot.com

Letícia disse...

que delicia de dicas, flor! amei :)

Beijão, Letícia
http://caseieagoraa.blogspot.com

Nanne disse...

Sacanagem! rs
"Goiabada Cascão prensada na farofa de castanha de caju deitada numa cama de catupiry, servido com especial sorvete de goiaba."

Dani Regis disse...

Ju, eu amo Tiradentes!!
E a comida mineira, nem se fala...kkk

Besos de Buenos Aires
Dani Regis

Aninha Varjão disse...

Uau...lugares incriveis hein....sou louca para conhecer MG....
Bjinhux
http://saiaplissada.blogspot.com

Acho Chic disse...

Eitaaaaaaaaaaaaaa... amei!!!


www.achochicc.blogspot.com

beijinhos!!!!

Vel disse...

Que delícia deve ser esse rocambole...amei!!!!!!

Beijos

Márcio disse...

Tiradentes tem a grande vantagem de ficar a distâncias relativamente pequenas de Belo Horizonte, Rio e São Paulo, o que garante fluxo de turistas contínuo durante todo o ano. Afastado o fantasma da sazonalidade, os empresários investiram com capricho na área gastronômica da cidade. Só para dar um exemplo, há coisa de uns 10 anos, Tiradentes tinha dois restaurantes com duas estrelas do exigente Guia 4 Rodas. Hoje esse total pode ter diminuído, mas com certeza as opções para se comer bem na cidade continuam variadas e de qualidade.

Zeu Cruz disse...

A meu Deus com água na boca até agora.
Sonho com toda esss gostosuraaaaaa.

Zeu Cruz disse...

A meu Deus com água na boca até agora.
Sonho com toda esss gostosuraaaaaa.